Pesquisar este blog

Recebe as atualizações no seu e-mail

10 de outubro de 2013

O "Deus" de Davi mata crianças e humilha mulheres




Estava eu vendo umas paradas na internet, lugar pior do que programa de TV ao vivo, tudo acontece e tudo se encontra. E eu encontrei, encontrei algo que me faz ter umas perguntas num suposto almoço em família Prado. Se bem com esse meu comportamento anticristo desconfio que não seja convidado para almoçar em família. Mas vamos lá, para aqueles que tiverem paciência e lerem até o fim, espero que comente sobre o que escrevi. Faz tempo que eu não brincava em escrever alguma bobeira pro meu blog.
O MR. CATRA não faz nada de errado e nem vai contra a bíblia.  Davi o todo poderoso fazia pior. Vamos relembrar? Essa história está em Samuel 11 e 12:
O "Rei Davi" estava cansado e nem vontade pra matar os filhos e as mulheres de Amom e nem cercar Rabá, ficou em Jerusalém. E como não tinha o que fazer ficou andando pra lá e pra cá e de repente o Rei Davi vê uma linda mulher, onde estava se lavando enquanto o rei a observava.

Davi ficou louco, tarado do jeito que era não deixaria de transar com uma mulher formosa como Bate-Seba. Só que a mulher era filha de Eliã, esposa de Urias, o heteu.

Mas Davi não quis nem saber se Bate-Seba era casada e que o Jeová não permitiria que o ato sexual fosse cometido.

Numa das vezes que Urias estava defendendo o reino, Davi mandou buscar Bate-Seba e com ela se "deitou" e dessa relação à mulher, como todas as espertas, engravidou.

O Rei Davi chegou a dispensar Urias da peleja, para que o corno ficasse em casa e transasse com a Bate-Seba, porém Urias era um guerreiro muito fiel e enquanto estava em guerra ele não achava justo ficar em casa desfrutando da sua bela e formosa esposa.

Davi ficou muito puto com a postura de Urias e encaminhou uma carta a Joabe, comandante do exército, dizendo: "Ponde a Urias na frente da maior força da peleja; e retirai-vos de detrás dele, para que seja ferido e morra" (2 Samuel 11:15).

Pois bem, Urias morreu, Davi trouxe Bate-Seba para o Palácio Real e ela se juntou as outras mulheres e o filho dos dois nasceu, porém isso não era agradável aos olhos de Deus – Jeová.

Em Samuel, capítulo 12, podemos observar que Jeová ficou muito triste com Davi, oras, como pode um homem ser tão cruel como foi o Rei Davi? Tinha Urias um servo fiel que sempre defendeu o reinado de Judá, onde matará as mulheres e os filhos de Amom, e Davi com vontade de transar com a mulher do guerreiro, o faz com que morra nas espadas dos filhos do inimigo.

Pelo o que a Bíblia diz, não chega a ser um aborto, até pelo fato da criança ter nascido e ficado viva por sete dias, mas acontece um assassinato duma vida que nada tinha a ver com a safadeza do Rei Davi. Jeová desconta numa criança e a mata conforme está registrado no livro dos justos: “Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor. E disse Natã a Davi: Também o Senhor perdoou o teu pecado; não morrerás.


Todavia, porquanto com este feito deste lugar sobremaneira a que os inimigos do Senhor blasfemem, também o filho que te nasceu certamente morrerá.
Então Natã foi para sua casa; e o Senhor feriu a criança que a mulher de Urias dera a Davi, e adoeceu gravemente.


(...)

E sucedeu que ao sétimo dia morreu a criança; e temiam os servos de Davi dizer-lhe que a criança estava morta, porque diziam: Eis que, sendo a criança ainda viva, lhe falávamos, porém não dava ouvidos à nossa voz; como, pois, lhe diremos que a criança está morta? Porque mais lhe afligiria.


Viu, porém, Davi que seus servos falavam baixo, e entendeu Davi que a criança estava morta, pelo que disse Davi a seus servos: Está morta a criança? E eles disseram: Está morta.” 2 Samuel 12:13-19


Depois que a criança morreu, de acordo com a Bíblia, Davi se deitou com Bate-Seba e teve outro filho, Salomão, que depois, seguindo a linhagem, nascerá Jesus Cristo.


Moral: Segundo a Bíblia, Davi teve um caso com uma mulher casada, e para não cometer adultério, mandou o marido de a mulher morrer. Tal atitude não agradou a Deus e Jeová matou a criança que fora fruto de tal relação. Temos duas mortes de inocentes, incluindo uma criança. Sem contar com as trairagens. Se não fosse por conta disso Jesus não teria nascido, pois depois que morreu a criança fruto do pecado, nasceu Salomão e toda a história que conhecemos.

Isso quer dizer que aborto é legal, ou matar uma criança, pelo menos é o que diz a Bíblia, ou o que faz o Deus de Davi. Sem contar na parte que Jeová pega as mulheres como se fosse um objeto e manda os servos do Rei Davi transarem com elas em público. Oras, isso pode? Se for pra levar a Bíblia a sério teremos que rever alguns conceitos. E se essa parte é do Velho Testamento, por que ainda tem gente levando os Dez Mandamentos em consideração?

Filled Under:

0 comentários:

Postar um comentário

Google+ Badge

Show da Tarde - Vídeos

Nós no Facebook

Tiago Prado | Promova sua página também

Veja também


 

About US