Pesquisar este blog

Recebe as atualizações no seu e-mail

11 de setembro de 2012

Uma Declaração


Sigo palavras e busco estrelas
O que é que o mundo fez
Pra você rir assim
Pra não tocá-la, melhor nem vê-la
Como é que você pôde se perder de mim
Faz tanto frio, faz tanto tempo
Fico acordado noites inteiras
Os dias parecem não ter mais fim
E a esfinge da espera
Olhos de pedra sem pena de mim
Faz tanto frio, faz tanto tempo
Que no meu mundo algo se perdeu



Homem diz que é marido de Dilma e tenta invadir Palácio do Planalto


Retirado do O Globo

AGÊNCIA O GLOBO / GUSTAVO MIRANDA
No início da noite desta terça-feira, um homem tentou invadir o Palácio do Planalto, subindo a rampa e entrando em confronto com o soldado do Batalhão da Guarda Presidencial, que chegou a fazer dois disparos com balas de borracha. Visivelmente perturbado, o paulista Edmeire Celestino da Silva, 29 anos, disse que é marido da presidente Dilma Rousseff e fez declarações de amor a ela. Durante a tentativa de invasão, Dilma estava no Palácio, conduzindo uma reunião sobre portos.

- Eu sou marido da Dilma Vana Rousseff. Eu gosto dela - disse, ainda deitado no chão, depois de contido pelos soldados e pelos seguranças da Presidência.

Segundo servidores do Palácio, o rapaz, que estava sem sapatos, circulava há dois dias pelas imediações do Planalto. Ele falava coisas desconexas, como "vim da morte". Depois de muita insistência, afirmou não lembrar o nome nem a idade.

- Meu nome é marido da presidente - afirmou.

Perguntado sobre o que foi fazer no Palácio, respondeu:
- Eu vim chamar a Dilma para casar comigo. Na verdade, eu queria sequestrar a Dilma e nunca mais devolver. Ela é o meu coração.

O homem reclamou da atuação dos soldados, afirmando que eles são pagos para proteger o Palácio:
- Vocês são pagos para me matar, cambada de bundões - afirmou.

Ele vestia calça jeans e camiseta listrada. Os bombeiros foram chamados pela segurança do Palácio, e o rapaz levado ao Hospital Regional da Asa Norte (HRAN).

Esta é a sexta tentativa de invasão do Planalto desde o ano passado.

Candidatos de Arapongas não querem DEBATE na TV



Neste domingo (16) haveria - isto mesmo - haveria um debate entre os candidatos a prefeito de Arapongas, porém, segundo informações, somente o candidato do PR, o engenheiro Graça júnior, foi o único que aceitou o debate.

Sendo assim foi cancelado e a população da cidade dos pássaros não poderá ver como se comporta os candidatos perante os seus adversários.

Como podemos confiar em pessoas que não tem condições de enfrentar os seus concorrentes e debaterem suas propostas frente a frente? Será que tudo que eles dizem na TV, no horário eleitoral gratuito, é verdade? Poderemos confiar neles?

Mas vamos pressionar essas pessoas que querem administrar por mês cerca de R$ 20 MILHÕES/MÊS. Chega deste joguinho de esconde-esconde. Agora é a Hora. É hora de darmos o grito de liberdade e não só nas urnas, mas cobrar uma postura mais digna e de respeito com os eleitores.



Hallelujah


"maybe there's a God above
but all I've ever learned from love
was how to shoot somebody who outdrew ya
and it's not a cry that you hear at night
it's not somebody who's seen the light
it's a cold and it's a broken Hallelujah"

Google+ Badge

Show da Tarde - Vídeos

Nós no Facebook

Tiago Prado | Promova sua página também

Veja também

 

About US