Pesquisar este blog

Recebe as atualizações no seu e-mail

26 de janeiro de 2012

Garotas são acusadas de atear fogo e matar idoso usando cachaça que ele bebia em MG



Com informações de Rayder Bragon, do UOL, em Belo Horizonte

A Polícia Civil mineira apreendeu nesta quarta-feira (25) duas irmãs adolescentes, de 13 e 17 anos, acusadas de terem ateado fogo em um idoso, na cidade de Itamogi (421 km de Belo Horizonte), utilizando como combustível a própria cachaça que o homem bebia.

De acordo com a polícia, Pedro Aparecido Alves, 62, teve 80% do corpo queimado, chegou a ser socorrido e transferido para o hospital de pronto-socorro João 23, em Belo Horizonte, mas morreu em decorrência das graves queimaduras que sofreu.

O crime ocorreu na madrugada da última segunda-feira (23), quando ele estava deitado em uma esquina da área central da cidade. Segundo a polícia, as duas, que são moradoras da cidade, foram incitadas a cometer o ato por um outro adolescente, que confessou ter participado da ação, na terça-feira passada, e teria delatado as irmãs.

De acordo com o policial civil Pedro Igor Rodrigues, elas estavam em companhia do rapaz, que passava férias na cidade, em uma praça da cidade. “Esse adolescente veio para a cidade em companhia de integrantes de um circo que faria apresentações no município. Segundo levantamentos, o dono do circo é amigo da mãe dele.”

De acordo com Rodrigues, as adolescentes pediram ao companheiro para visitarem o circo, momento em que avistaram o idoso desacordado. “Motivados pelo menor, começaram a tirar sarro da vítima. Em seguida, pegaram o cantil de cachaça, jogaram o líquido em cima dele e atearam fogo. A menina de 17 anos disse ter colocado fogo no peito dele, enquanto a irmã ateou fogo nas pernas do homem”, informou.

O investigador afirmou que o garoto chegou a ser tratado como testemunha, em um primeiro momento. “Eu fiquei surpreso com a frieza do rapaz. Depois do crime, ele ligou para a polícia e acionou uma ambulância. Inicialmente, disse que tinha visto o ocorrido e, em nenhum momento, afirmou ter participado da ação. Mas depois acho que se arrependeu do que fez e confessou o crime, que de acordo com ele foi motivado por uma brincadeira”, afirmou.

O rapaz foi encaminhado a um centro de internação de menores infratores na cidade de São Sebastião do Paraíso (396 km de Belo Horizonte. As duas garotas estão acauteladas em um local não revelado, sob guarda de conselheiros tutelares, em Itamogi. O trio está à disposição da Justiça.

Revolta
Segundo o policial, a vítima tinha histórico de alcoolismo, mas era considerada uma pessoa pacata pelos moradores da cidade. O crime teria revoltado os moradores da localidade. O corpo foi enterrado nesta quarta-feira (25), em Itamogi.

“Agora o pessoal está mais conformado. Mas na segunda-feira e na terça-feira, os moradores estavam bastante revoltados. Nós ficamos preocupados com a segurança desses menores”, disse.

Segundo o policial, os pais das adolescentes, que trabalham na zona rural da cidade, ficaram abalados com a descoberta da acusação sobre as filhas e não souberam explicar os motivos que as levaram a cometer o ato.

Filled Under:

0 comentários:

Postar um comentário

Google+ Badge

Show da Tarde - Vídeos

Nós no Facebook

Tiago Prado | Promova sua página também

Veja também


 

About US